Conecte-se conosco

Curiosidades

REVOLTANTE: Polícia recupera celular do menino Henry que havia sido escondido por sua mãe – Veja o vídeo

Publicado

em

O CRIME

A mãe do menino Henry e seu padrasto foram levados novamente para esclarecimento após o  falecimento que ocorreu no dia 8 de março, pouco antes de dar entrada em um hospital particular da Barra da Tijuca, também no Rio de Janeiro. 

De acordo com casal, o menino foi pela mãe desacordado no quarto, sem respiração.

O vereador estaria dormindo após ter ingerido remédios no momento do “incidente”. 

Um celular, que estava em poder de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, foi apreendido nesta terça-feira (6). 

O aparelho não havia sido entregue na primeira busca e apreensão realizada no último dia 29, onde 11 aparelhos foram confiscados. Segundo fontes, o celular era usado pelo menino e teria sido escondido por Monique.

A conta virtual usada no aparelho era do pai do menino, o engenheiro Leniel de Almeida.

A mãe do menino estava acessando informações pessoais de Leniel, como e-mails e dados bancários, pelo telefone de Henry. Monique teria trocado a senha da conta vitual e Leniel percebeu quando tentou o acesso.

A MÃE

Monique se encontra na casa dos pais, em Bangu, zona oeste do Rio, e segundo pessoas ligadas à família, a professora estaria controlando o que as pessoas podem ou não falar.

Parentes não concordam com o discurso que Monique e o padrasto de Henry, o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade), têm adotado sobre o caso.

O pai de Monique e avô de Henry, Fernando José Fernandes da Costa e Silva, foi intimado para prestar depoimento, mas ainda não compareceu à delegacia.  A defesa de Leniel aguarda a intimação para um novo depoimento.

 

 

Fonte: Procede Bahia

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *