Conecte-se conosco

Famosos

Record aposta em caras novas, porém Gênesis só dá caldo com ‘panela velha’

Publicado

em

A Record parece ter gasto dinheiro à toa para convencer jovens atores a trocar de papéis de pouco destaque na Globo por uma chance no Gênesis. Mesmo com milhões de seguidores nas redes, nenhum dos jovens conseguiu realizar o público se apaixonar por seus personagens tanto quanto os “cinquenta” Carla Marins e Marcos Winter. O romance entre Adália e Massá roubou a cena e deu direito ao final feliz previsto na cartilha bíblica da Record.

A emissora investiu pesadamente para ter rostos familiares da competição no programa. Com menos dinheiro e prestígio que no passado, quando “roubou” nomes como Gabriel Braga Nunes, Márcio Garcia e Paloma Duarte do líder de audiência, a TV de Edir Macedo teve que se contentar com atores menos experientes – e muito mais acessíveis.

As apostas, até agora, passaram em nuvens brancas. Pâmela Tomé e Pablo Morais ficaram para trás diante dos efeitos especiais da destruição da Torre de Babel. Laryssa Ayres não se emocionou como a versão mais jovem de Sara, que chegou a ser defendida por Adriana Garambone na idade adulta.

Alguns deles, inclusive, já começam a migrar de volta para a Globo, como Maria Joana. A intérprete teve mais sucesso na Dança dos Famosos, com vaga garantida na semifinal, do que Enlila, a rainha de Ur, na produção de Camilo Pellegrini, Stephanie Ribeiro e Raphaela Castro.

O engajamento no Instagram não se repetiu na repercussão esperada pela Record, porém dois “pratas” pegaram os diretores de surpresa ao se tornarem “queridinhos” nas redes. A química entre Carla e Winter funcionou tão bem que eles se tornaram uma espécie de Romeu e Julieta de cabelos brancos dentro do romance.

REPRODUZIR / GRAVAR

Adália e Massá no Genesis, na Record

Amor proibido

O texto do Gênesis não é nada requintado, porém os escritores estão certos em reciclar o drama dos dois amantes separados pelo destino. Uma história quase tão antiga quanto a humanidade, que fascina gerações desde que os gregos se encantaram com o mito de Píramo e Tesebe, passando pelas cartas de Abelardo a Heloísa ou pelo afeto de Tristão por Isolda.

Os nomes mudam e se sucedem ao longo dos séculos, porém Adália e Massá carregam um arquétipo muito fácil para o espectador se identificar em uma trama complicada, cheia de pendentes e com sete fases não necessariamente relacionadas entre si.

O personagem de Marcos Winter começa como um bandido que toca o terror em Ur e seu rosto é marcado pelas unhas de Sara (Adriana Garambone). Com o tempo, consegue se regenerar com a ajuda de Abraão (Zécarlos Machado), porém já é tarde –Adália acaba se casando com Tauro (Fernando Val) e dando à luz Gael (Guilherme Boury).

A condução da narrativa acerta ao realizar concessões ao público mais fiel às novelas bíblicas, geralmente conservadoras, que vêem como virtude o fato de Adália esperar a morte do marido para dar uma chance a Massá após 12 anos. O casal espera com paciência o “tempo de Deus”, cumprindo a dupla função de entreter e edificar o espectador.

REPRODUÇÃO / TV GLOBO

Almeida e Clotilde em Éramos Seis, na Globo

Faixa etária

O envelhecimento do público que vê televisão aberta, fenómeno que se arrasta desde 2015, é também fundamental para o sucesso de Adália e Massá. Um telespectador mais velho não está necessariamente interessado nos dramas de uma menina infantil e inocente, porém gosta de se ver na mulher vivida que lhe dá uma segunda chance de amar.

A Globo já havia vivenciado essa tendência de perto em Éramos Seis (2019), quando também viu casais formados por atores mais jovens sendo eclipsados ​​pelos experientes. A própria Lola (Gloria Pires) quebrou uma maldição de sete décadas, escapou dos dias solitários em um convento e foi feliz ao lado de Afonso (Cássio Gabus Mendes).

Clotilde (Simone Spoladore), porém, é a personagem mais simbólica desse processo que deve ganhar ainda mais força nos próximos anos. O romance entre a solteirona e Almeida (Ricardo Pereira) ultrapassou as faixas etárias, ganhou contas dedicadas ao casal no Instagram e não saiu dos trending topics do Twitter.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça a “# 61 – Romance no caos: Novo casal aparece em Gênesis!” no Spreaker.


Inscreva-se no canal Notícias de TV no YouTube e veja a vídeos com revelações do que vai acontecer no Gênesis e em outros romances.


Últimos de Genesis


Resumos Semanais

Resumo do romance Gênesis: capítulos de 31 de maio a 4 de junho

Segunda-feira, 31/05 (Capítulo 95)
Agar fica chateado ao saber da gravidez de Sara. Palith convence sua irmã a também embebedar Lot. Massá e Adália caem na armadilha de Ishmael. Sara vai para a sala do rei. Prestes a agarrar Sara, … Continue lendo


Outros romances

Império

Império

Salve-se

Salve-se

Nossas vidas

Nossas vidas

Treino

Treino

Ti Ti Ti

Ti Ti Ti

Chiquititas

Chiquititas

Fonte

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *