Conecte-se conosco

Famosos

Influenciadores escapam do cancelamento com filme que quebra preconceitos

Publicado

em

Estrelado por seis influenciadores, o filme Ilhados foi lançado este mês e logo conquistou o primeiro lugar na lista dos títulos mais vendidos em plataformas digitais. Além de divertir o público, o trabalho busca quebrar os preconceitos enfrentados pelas produções lideradas pelos fenômenos da internet e mostrar que é possível produzir um produto de qualidade neste universo digital.

“Quando nos propusemos a realizar este projeto, falei com Victor [Soares, diretor de Ilhados] que queria que fosse algo diferente, nada que a internet já esperava, porque achou que a gente não ia realizar nada porque os influenciadores sofrem com esse preconceito. Ficamos muito felizes com a repercussão, com o feedback do público ”, afirma Amanda Caliari, produtora executiva do filme.

Lançado em 13 de maio, o enredo sobre um grupo de influenciadores digitais que ficam presos em uma ilha após uma tempestade tropical se tornou o título mais vendido no iTunes e Google Play, onde permanece na lista de títulos em ascensão e já ultrapassou produções. como Mulher Maravilha 1984 (2020) na avaliação popular. Ilhados pontuou 3,9 em 5, enquanto o longa-metragem comandado por Gal Gadot teve 3,8 na mesma escala.

“Falei com a Amanda desde o início: ‘Vamos realizar um filme, não um filme influenciador’. Acompanhamos o processo de realizar um longa-metragem como se fosse qualquer outro, como se fossem atores da Globo, teatro ou iniciantes ”, reforça o diretor. “É muito gratificante, viemos quebrar esse paradigma de que a indústria de influenciadores não pode produzir conteúdo de qualidade”, complementa a produtora.

Ingrid Ohara (Lua), Pietro Guedes (Bernardo), Gabriel Peixinho (Lucas), Vivi Wanderley (Caetana), Gregory Kessey (Gustavo) e Luiza Parente (Olivia) enfrentaram guerra durante as filmagens em Angra dos Reis (RJ) em setembro 2020, durante a pandemia Covid-19.

“Quando estávamos gravando, tínhamos que acordar às 4 da manhã, aí não foi muito divertido. Depois de ver o resultado, estou morrendo de vontade de realizar o próximo filme”, conta Luiza. O diretor lembra que, além de realizar os testes do Covid-19, a produção e o elenco ficaram praticamente “isolados” durante o período de filmagens.

“Por causa dos protocolos, tínhamos uma equipe superreduzida na equipe. Eram seis pessoas. Em um conjunto, costumam ser entre 20 e 30 pessoas”, explica Soares.

Bastidores do filme

Além do thriller principal, a trama aborda temas como assédio, compulsão alimentar, relacionamentos tóxicos, notícias falsas e cancelamento digital. No chat com Notícias de TV, os artistas reforçaram que, devido ao trabalho com crianças e adolescentes, tiveram que adaptar algumas cenas.

“Filmamos um ataque de ansiedade muito mais pesado do que o que foi ao ar. Na hora da edição, o responsável disse: ‘Não consigo editar, estou me sentindo mal’, então tivemos que gravar uma versão mais leve”, lembra Victor .

Vivi, Luiza e Gregory já atuaram em outras produções digitais, como a internet series produzida pelo antigo Big Brother Brasil Viih Tube. O criador do conteúdo também atribui o sucesso do novo projeto ao trabalho de pré-produção feito no filme.

“O Victor preparou-nos mais de um mês antes das filmagens, mergulhámos, estudámos as personagens. Nas outras produções, simplesmente recebemos o guião perto da semana das gravações e chegámos sem preparação. Daí a qualidade do nosso filme é tão bom. O pessoal esperava menos e, quando viram, voltaram elogiando. Foi o que mais vi nas redes sociais ”, diz Kessey.

Confira o trailer dos Ilhados, disponível nas plataformas digitais:


Fonte

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *