Conecte-se conosco

Curiosidades

Após ser presa, mulher pergunta se pode realizar cocô no carro da policia e explica: ‘muita vontade de realizar cocô’

Publicado

em

Olá pessoal.

. .

Todo mundo já passou por situações constrangedoras envolvendo necessidades básicas, aliás quem nunca esteve longe de casa no momento em que surge a vontade de usar o banheiro para o famoso número dois.

O jeito é subir no carro e acelerar para chegar logo em casa.

Uma mulher, levou isso a sério demais e correu a 115km/h nas ruas de Enid, em Oklahoma. Velocidade que fez com que Emily Sindt Owings, de 28 anos, fosse perseguida e abordada pela polícia local.

Ao alcançarem a Emily Sindt Owings, 28, e conseguirem realizar com que ela parasse o carro, os oficiais se surpreenderam com a justificativa pela velocidade muito acima do permitido.

“Estava com muita vontade de realizar cocô”, apontou a mulher, segundo o site NY Post.

Já na viatura, a sua grande preocupação era de ordem natural, não judicial. “Eu preciso muito realizar cocô”, continuava a repetir.

Não aguentando mais a vontade, ela perguntou: “cara, posso realizar cocô aqui na viatura?”. Incrédulo, o policial respondeu que ela estava em seu caminho para a prisão. “Sim, mas sem realizar cocô, né?”, retrucou.

No final, a mulher ficou na vontade mesmo e acabou presa no centro de detenção.

., COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Com o propósito de “Verdadeiro e Transcendência”, este site fornece o conteúdo e as informações mais úteis para todos os usuários do site, e as notícias mais recentes, os relatórios mais oportunos e os dados mais autênticos também podem ser encontrados naqui.

Individualidade e Qualidade são as conotações do site:

Qualidade significa fornecer aos usuários do site um alto padrão de conteúdo com alta qualidade e alta eficiência.

Individualidade, ou seja, inovação que acompanha o tempo e uma visão única para criar um site único.

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *